Retratos da Madeira

  • 5A.jpg
  • 29A.jpg
  • 34A.jpg
  • 8A.jpg
  • 18A.jpg
  • 13A.jpg
  • 22A.jpg
  • 27A.jpg
  • 14A.jpg
  • 3A.jpg
  • 50.jpg
  • 11A.jpg
  • 17A.jpg
  • 7A.jpg
  • 35A.jpg
  • 6A.jpg
  • 23A.jpg
  • 10A.jpg
  • 32A.jpg
  • 36A.jpg
  • 25A.jpg
  • 21A.jpg
  • 19A.jpg
  • 16A.jpg
  • 30A.jpg
  • 1A.jpg
  • 28A.jpg
  • 33A.jpg
  • 12A.jpg
  • 26A.jpg
  • 24A.jpg
  • 4A.jpg
  • 37A.jpg
  • 31A.jpg
  • 9A.jpg
  • 15A.jpg
  • 20A.jpg

Ceia dos Compadres

A Rádio Cantinho da Madeira vai estar em direto da Ceia dos Compadres, em Santana. O evento vai decorrer, esta quinta-feira, dia 4 de fevereiro, frente à Igreja Matriz a partir das 19 horas.

Concurso de Fontanários

Antigamente era tradição enfeitar os fontanários públicos por altura do São João. O costume tem vindo a cair em desuso embora em algumas freguesias a tradição continue a ser recordada.

É o caso da freguesia de São Roque do Faial. Uma oportunidade de convívio entre as pessoas que residem próximo das fontes. Ao mesmo tempo é uma forma de divulgar o património local.

Todos os anos é organizado o Concurso de Fontanários com atribuição de troféus aos premiados, após avaliação de um júri. A iniciativa tem lugar na véspera de São João, ou seja, de 23 para 24 de junho.

Reserva da Biosfera

As Reservas Mundiais da Biosfera são espaços reconhecidos internacionalmente pela UNESCO, Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. Estes locais permitem conciliar a conservação da biodiversidade e do património cultural com o desenvolvimento sustentável. O apoio logístico na área da investigação, formação e educação ambiental é outra das valências importantes.

O património do concelho de Santana foi reconhecido a 29 de junho de 2011, na Alemanha. A decisão foi tomada pela Coordenação do Programa “O Homem e a Biosfera” tendo sido considerada pelas autoridades camarárias “uma importante distinção para o município e para a nossa Região”.

O galardão, válido por 10 anos, inclui toda a área do concelho e ainda a área marinha adjacente até à batimétrica dos 200m.

A riqueza da fauna e flora, com elevado grau de endemismo, contempla uma representação integral das unidades ecológicas mais relevantes da Ilha, desde os ecossistemas marinhos até à vegetação de altitude, culminando com a floresta Laurissilva.

» Imagem de Marca da Reserva

O Logotipo da Reserva da Biosfera contempla uma orquídea-da-serra, planta endémica e o Ilhéu da Rocha do Navio, Reserva Marinha.

A Reserva Santana Madeira Biosfera implementou uma rede de centros temáticos. O primeiro a ser criado foi o da Rocha do Navio. Um espaço, com forte ligação ao mar, marcado pelo interesse científico e cultural. O acesso faz-se através de uma antiga vereda ao longo da escarpa até ao calhau ou então através de teleférico com vista panorâmica garantida.

O Centro da Freira é outro dos pontos de divulgação e promoção da Reserva da Biosfera. Localizado no Pico de Areeiro, o espaço gerido pelo Parque Natural da Madeira, pretende promover o património natural com destaque para a espécie de ave marinha, a freira-da-madeira.

O Museu da Vinha e do Vinho, no Arco de São Jorge, é o terceiro núcleo. Tem por missão fundamental a potencialização da componente agrícola mais concretamente a viticultura. 

Freguesias de Santana

Localizada a cerca de 40 km do Funchal, esta freguesia está situada entre o Calhau de São Jorge e a Ponta do Clérigo. 

É na freguesia de Santana que se podem encontrar as tradicionais casas de colmo. Cada vez em menor número devido ao decréscimo na cultura de trigo, estas casas foram construídas para as populações se protegerem do frio que, por vezes, se abatia sob a costa norte da Ilha. Algumas ainda continuam a ser habitadas. 
 
Santana foi elevada à categoria de freguesia a 4 de Junho de 1552. Reza a história que a povoação foi feita por minhotos de Braga (norte de Portugal) razão pela qual os habitantes da freguesia foram batizados com a alcunha de "Bragados". Nesta freguesia pode subir até ao pico mais alto da Madeira: o Pico Ruivo e realizar um passeio a pé nas Queimadas. Destaque ainda para a conhecida fajã da Rocha do Navio: onde pode encontrar frutos tropicais. O acesso é feito actualmente por teleférico.

Arco de São Jorge

Foi elevada à categoria de freguesia a 28 de Dezembro de 1676. O povoamento ocorreu no final do século XV ou no primeiro quartel do século XVII. O nome desta freguesia foi inspirado na configuração dos montes com a forma em arco. Nos últimos anos a freguesia despertou para o turismo.

São Jorge

Esta freguesia está situada no extremo norte da ilha, junto da Ponta de São Lourenço. A criação de São Jorge remonta ao ano de 1517. Segundo os Censos de 2011 residem nesta localidade 1493 pessoas.

Ilha
 
É a mais jovem das freguesias do Concelho, criada em 1989 por decreto de 11/89/M do Governo Regional da Madeira, tendo-se desanexado da freguesia de São Jorge. Nos censos de 1999 o seu número de habitantes era de 480. Hoje, o seu número é mais reduzido e ronda os 250 habitantes. 
 
Reza a história que esta freguesia começou a ser povoada por açorianos. Anualmente realiza-se no mês de Maio a Exposição Regional do Limão: citrino produzido em abundância nesta freguesia.

Faial

Freguesia com clima ameno contém actualmente à volta de 1600 habitantes. 
É a maior freguesia do Concelho com 2260 hectares.
 
O Faial é também conhecido como a freguesia das Pontes. Foi ali que entre 1907 e 1910 foi construída a maior ponte da Madeira, na altura. Tinha 130 metros e é conhecida pelo povo como a "ponte das sete bocas". Atualmente restam apenas ruínas da ponte que foi fortemente abalada pelo temporal de 1 de Maio de 1984.
 
São Roque do Faial

O alvará da criação desta freguesia data de 24 de Julho de 1848, durante o reinado de D. Maria II.

Actualmente a freguesia acolhe 736 habitantes. A agricultura continua a ser o principal meio de subsistência da população, razão pela qual muitos jovens procuram emprego fora da freguesia e em alguns casos fora da Região.

Santana

Santana foi fundada como freguesia a 4 de Junho de 1552 e elevada a Concelho a 5 de Novembro de 1835. A vila ascendeu ao estatuto de Cidade no ano 2000 por decisão da Assembleia Legislativa da Madeira. O Concelho esteve isolado por mar e terra durante alguns anos, o que levou os habitantes a desenvolverem caraterísticas únicas como é o caso das casas típicas cobertas de colmo.

A agricultura é uma das principais atividades económicas. As novas acessibilidades têm permitido um desenvolvimento mais acelerado do concelho e como consequência o êxodo rural tem vindo a diminuir. 

O concelho é composto por seis freguesias.

Um dos pontos de passagem obrigatório é ao Parque Temático da Madeira: um dos principais atrativos turísticos. 

É também neste concelho que podem ser encontrados magnificos passeios a pé nas nossas "levadas" em plena floresta Laurissilva.

Localização: a norte do Concelho do Funchal. As novas acessibilidades colocaram Santana mais próxima do Funchal (entre 40 a 45 minutos). É delimitado pelos concelhos de São Vicente, Machico, Santa Cruz, Funchal e ainda Câmara de Lobos.

População: 7 687 habitantes (Censos 2011)

Área: 136 km2

Festas e Romarias Principais

Festa dos Compadres (dá início às Festividades de Carnaval na Madeira); Festival de Folclore 48 Horas a Bailar (em Julho); Festa de Santa Ana (último fim-de-semana de Julho); Exposição Regional da Anona na freguesia do Faial (Março); Festival Internacional Vozes do Atlântico – Faial (Agosto); Mostra Gastronómica de Santana (Julho); Exposição Regional do Limão (acontece na freguesia da Ilha no mês de Maio); Festa de São José – Arco de São Jorge (Junho ou Julho).

Oragos: Santa Ana

Feriado: 25 de Maio e dia da Cidade (01 de Janeiro)

O Festival Regional de Folclore começou por ter apenas 24 horas. Mas com o avançar dos anos, mais grupos folclóricos juntaram-se a esta iniciativa, obrigando a organização a alargar o período de festa.

Atualmente, o Festival Regional de Folclore, mais conhecido por 48 horas a Bailar, inicia-se na sexta-feira e termina no domingo, ocorrendo muita animação musical, com destaque para a discoteca ao ar livre na noite de sábado e para o festival regional de folclore.

Esta é também uma oportunidade para demonstrar muitas especialidades gastronómicas e aspetos culturais e tradicionais do Concelho de Santana. Para o efeito são montadas várias barraquinhas de comes e bebes.

Page 1 of 2

Cantinho da Madeira

O Cantinho da Madeira é um projeto direcionado para a comunidade lusófona criado em julho de 2006. O portal, sem fins lucrativos, contempla uma rádio online com programas regulares produzidos por portugueses na diáspora.
Somos Marca Nacional com registo na Sociedade Portuguesa de Autores.

Nossos visitantes

6265997
HojeHoje805
OntemOntem2575
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree