Grupo Folclore Casa do Povo da Camacha

O Grupo de Folclore da Casa do Povo da Camacha foi fundado em 1948. O objetivo foi representar a Madeira no Concurso Internacional de Danças Populares em Madrid.

O aniversário do grupo é assinalado a 1 de novembro sendo neste momento dos mais antigos em atividade ininterrupta na Região.
 
O etnógrafo Carlos Maria dos Santos foi o primeiro diretor artístico realizando variadas recolhas sobre as músicas, danças, trajes e costumes do arquipélago da Madeira.
 
O traje escolhido por Carlos Santos foi o mesmo que se generalizou por algumas freguesias da Ilha nos séculos XVIII e XIX.
 
O traje de vilão é composto por camisa e calção de linho branco. Na cintura é usada uma faixa de linho branco e na cabeça é utilizada a carapuça e como calçado a bota chã.
 
Já o traje de seriguilha é composto por calça e jaleco que é um tecido obtido a partir de lã de ovelha e de uma mistura de linho tecidos no tear. O barrete de orelhas, produzido com lã de ovelha, é outra das marcas.
 
O traje da saia listada é composto por uma camisa de linho branco e corpete de cor vermelha. A saia tem um fundo vermelho e riscas verticais coloridas. A indumentária fica completa com a capa, a bota chã e a carapuça azul.
 
O grupo de folclore já representou a Madeira no território continental, Europa, América do Norte e do Sul, África, Médio Oriente, Ásia e Oceânia.
Lido 1492 vezes

Artigos relacionados

Visitantes

12367071
Hoje1243

O Cantinho da Madeira nasceu no ano 2006 com o objetivo de promover a Região Autónoma da Madeira, em especial junto da comunidade portuguesa no mundo.

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…